CPA

CPA

26 abr, 2016
admin
Sem comentário(s)

RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

Ano Base – 2016


Composição da Comissão Própria de Avaliação da Faculdade de Anicuns (CPA/FA)

 

A Comissão Própria de Avaliação da Faculdade de Anicuns (CPA/FA) é um órgão de avaliação, vinculada à Diretoria Geral, com autonomia no exercício de suas funções, na forma da Lei n. 10.861/2004 e de seu Regimento (Anexo 1), respeitadas as disposições do Regimento Geral da Faculdade de Anicuns. A CPA/FA, realizará o processo avaliativo em conformidade com as diretrizes propostas pelo SINAES, tendo como objetivo principal identificar o seu perfil e o significado de sua atuação, por meio de atividades, cursos, programas, projetos e atividades, considerando as diferentes dimensões institucionais.

 

* Objetivos da CPA/FA

Objetivo Geral

Avaliar a Instituição como uma totalidade integrada (que permita a autoanálise valorativa da coerência entre a missão e as políticas institucionais efetivamente realizadas) visando à melhoria da qualidade acadêmica e o permanente desenvolvimento institucional.

 

Objetivos Específicos

1.         Privilegiar o conceito da autoavaliação emancipatória integrada à sua prática educativa para gerar, nos membros da comunidade acadêmica, autoconsciência de suas qualidades, problemas e desafios para o presente e o futuro, estabelecendo mecanismos institucionalizados e participativos para a sua realização;

2.         Conscientizar e sensibilizar a comunidade acadêmica para que o processo de avaliação seja sinônimo de evolução contínua do ensino, da pesquisa, da extensão e da gestão acadêmica democrática e participativa;

3.         Firmar valores que conduzam à permanente e sistemática melhoria de qualidade do ensino, da pesquisa, da extensão e da gestão institucional, tendo como base os interesses de docentes, discentes, técnico administrativos e sociedade, nas áreas de atuação da Faculdade de Anicuns;

4.         Promover formas de sensibilização e motivação, visando a satisfatória condução do processo de avaliação na Faculdade de Anicuns;

5.         Orientar, sistematizar e prestar informações à Administração Superior da Faculdade de Anicuns/Diretoria Geral, ao Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior e ao Conselho Estadual de Educação.

6.         Realizar diagnóstico institucional e avaliação interna da Faculdade de Anicuns, considerando a necessidade de: (i) definir e validar instrumentos de coletas de dados, para diagnóstico e avaliação interna; (ii) coletar, analisar, interpretar e registrar, de forma permanente e sistemática, a opinião da comunidade acadêmica, sobre o ensino, a pesquisa, a extensão, a infraestrutura, a gestão acadêmica e a autoavaliação de docentes e discentes sobre o processo didático-pedagógico, na graduação e pós-graduação; (iii) coletar, analisar, interpretar e registrar dados sobre egressos; (iv) coletar, analisar, interpretar e registrar dados sobre evasão;

7.         Sintetizar os resultados das avaliações, interna e externa, por meio da produção de relatórios detalhados (analítico e sintético);

8.         Recomendar metas e ações futuras tendo em vista a melhoria da qualidade do ensino, pesquisa, extensão e gestão acadêmica;

9.         Subsidiar o planejamento estratégico e a gestão da Faculdade de Anicuns (gerando conhecimento para a tomada de decisão dos dirigentes da Instituição, em relação à melhoria contínua de qualidade dos serviços ofertados na educação superior;

10.       Identificar as potencialidades da instituição e as possíveis causas dos seus problemas e/ou carências;

11.       Contribuir para o aumento da consciência pedagógica e capacidade profissional do corpo docente e técnico administrativo;

12.       Fortalecer as relações de cooperação entre os diversos atores institucionais;

13.       Tornar mais efetiva a vinculação da Instituição com a comunidade;

14.       Prestar contas à sociedade sobre os serviços desenvolvidos (divulgando os resultados das avaliações);

15.       Avaliar o Projeto de Avaliação Institucional da Faculdade de Anicuns; e

16.       Reavaliar o processo de Avaliação Institucional da Faculdade de Anicuns

 

* Composição da Comissão Própria de Avaliação da Faculdade de Anicuns

•          1 (um) Coordenador;

•          1 (um) representante do segmento docente;

•          1 (um) representante do segmento discente;

•          1 (um) representante do segmento técnico administrativo;

•          1 (um) representante da sociedade civil organizada.

 

* Atribuições da CPA/FA

a.         Planejar e conduzir os processos de avaliação interna da instituição, de sistematização, de coleta de informações e de prestação das informações solicitadas pelo INEP/CONAES (Art. 11 da Lei nº 10.861/2004) e pela Direção Geral da Faculdade de Anicuns;

b.         Elaborar e implementar o projeto de autoavaliação institucional, considerando a missão e as metas definidas no Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) e no Projeto Pedagógico Institucional (PPI), submetendo-o, sucessivamente, à apreciação do Diretor-Geral da Faculdade de Anicuns;

c.         Elaborar seu plano de trabalho anual, submetendo-o à aprovação do Diretor-Geral da Faculdade de Anicuns;

d.         Construir, aperfeiçoar e coordenar a aplicação dos instrumentos avaliativos necessários à avaliação dos diferentes eixos e dimensões institucionais e por segmento, em conformidade com o seu plano de trabalho anual;

e.         Definir e implementar procedimentos de organização, processamento e análise das informações coletadas no âmbito do processo avaliativo;

f.         Definir e aplicar indicadores de avaliação, comuns ao conjunto das coordenações acadêmicas e administrativas, contemplando as diretrizes e orientações estabelecidas legalmente, para a avaliação das dimensões institucionais;

g.         Analisar, de forma sistemática, os resultados do processo avaliativo, apontando fragilidades, potencialidades, encaminhamentos e recomendações, apresentando-os ao Diretor-Geral da Faculdade de Anicuns, para as providências necessárias;

h.         Sistematizar e prestar as informações solicitadas pelo INEP, nos prazos e na forma previstos na legislação federal;

i.          Manter diálogo contínuo com a avaliação externa oficial de cursos e de desempenho dos estudantes, integrando seus resultados ao processo de avaliação interna institucional;

j.          Formular propostas para o desenvolvimento institucional, com base nos resultados do processo de avaliação;

k.         Trabalhar em estreita e contínua relação com os gestores, coordenadores e, em especial, com os responsáveis pelo planejamento da Faculdade de Anicuns, para o devido acompanhamento das recomendações apontadas nos Relatórios de Autoavaliação;

l.          Sistematizar a prestação das informações solicitadas pelo INEP/MEC/SINAES, pelo CEE/GO e por outras instâncias governamentais de caráter normativo, de execução e de supervisão;

m.        Acompanhar as atividades da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (CONAES), no que lhe couber;

n.         Acompanhar o desempenho da Faculdade de Anicuns no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE);

o.         Divulgar, mediante informativos impressos ou eletrônicos, reuniões e seminários, acessíveis à comunidade interna e externa, sobre os resultados do processo de autoavaliação da Faculdade de Anicuns;

p.         Elaborar o seu regimento interno, a ser aprovado por 2/3 (dois terços) de seus membros.

 

 

Direção Geral

Ana Mônica Beltrão

Portaria 030/2015